quinta-feira, 20 de novembro de 2014

O TREVO DO FRITZ E DA FRIDA SERÁ MELHORADO ???

A folha da Produção edição de hoje questiona
até quando o Trevo da BR 392 continuará com a 
deficiências de seu contorno que puxa os veículos
para fora causando diversos acidentes neste ponto.
Um problema sério de Engenharia de tráfego que
precisa ser solucionado.
Não é mais possível que este contorno(trevo)
permaneça como está em área de acesso e com 
declive longo o que dificulta os caminhões a 
efetuarem a manobra e contornar o 
TREVO DO FRITZ E DA FRIDA
aqui em Cerro Largo.

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

LA SALLE TEM MATRÍCULAS ABERTAS.

O Colégio La Salle Medianeira de Cerro Largo, está
com suas matrículas abertas até o dia 26 de dezembro.
O Colégio atende alunos a partir de 02 anos(educação infantil)
até o 3º. ano do Ensino Médio.
Horário de atendimento na Escola:
07:30 hrs até 11:50 hrs
13:30 hrs até 18 horas
Os novos candidatos podem manifestar
interesse na vaga pela internet.

*gazeta integração*

terça-feira, 18 de novembro de 2014

LUTA DA AMM REFERENTE AOS RESÍDUOS SÓLIDOS.

Luta da AMM continua, após veto da Presidência da República na prorrogação do prazo dos Resíduos Sólidos

Apesar do constante esforço dos prefeitos missioneiros e de outras regiões do país, das  mobilizações da Confederação dos Municípios (CNM) e da Federação das Associações de Municípios do RS (Famurs), na semana passada o presidente da República em exercício, Michel Temer, vetou a prorrogação do prazo de cumprimento da Política Nacional dos Resíduos Sólidos. O artigo 107 foi incorporado ao Projeto de Lei de Conversão (PLV) 15/2014 e aprovado pelo Congresso Nacional. Ele estendia por mais quatro anos, até 2018, o período determinado na Lei 12.305/2010 para o fim dos lixões, além da adoção de uma série de novas obrigações referentes ao setor. O PLV 15, após a sanção, passou a ser a Lei 13.043/2014. Porém, alguns artigos, incluindo o 107, foram vetados integralmente.
A inclusão da emenda e aprovação no Congresso foi resultado de uma luta do movimento municipalista. O presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Paulo Ziulkoski, lamentou o veto, pois a prorrogação representaria mais tempo para a captação de recursos e de técnicos para executar a PNRS. A legislação está em vigor e o prazo terminou em agosto deste ano. Os municípios, e até mesmo os prefeitos, mesmo sem condições financeiras, estão sujeitos a duras penas, como reclusão e altas multas, se não atenderem à Política.
Intervenção da AMM junto à bancada gaúcha
O presidente da Associação dos Municípios das Missões (AMM), Junaro Rambo Figueiredo, por várias vezes, representou a região nas mobilizações da CNM em Brasília  e buscou apoio da bancada gaúcha. “Em nome dos 26 prefeitos da AMM, telefonamos e enviamos mensagens no celular dos deputados e senadores pedindo que votassem favorável ao artigo 107, que requisitava mais quatro anos para adequação dos municípios à PNRS. Tivemos êxito, pois o pleito teve aprovação na Câmara e no Senado Federal. Da mesma forma, reivindicamos a intervenção política de toda a bancada gaúcha junto à presidente Dilma Roussef, na expectativa de que ela sancionasse a ampliação do respectivo prazo”, explicou Junaro, que também é prefeito de São Luiz Gonzaga, ao acrescentar que a Associação vai continuar firme nesta luta, unindo forças com outros gestores municipais brasileiros, e sempre contando com a ajuda da CNM e da Famurs.
Uma nova perspectiva
A partir do veto, a Confederação trabalha para que outra emenda seja incluída na Medida Provisória 656/2014, que tramita no Congresso. Desta vez, a emenda deve oferecer um prazo escalonado - quanto menor o município mais tempo ele terá para atender à PNRS.
Ziulkoski disse que os gestores municipais estão preocupados também com os recursos, já que não adianta estender o prazo se não der condições para os governos. “Esperamos que seja incluído no Orçamento do ano que vem um montante destinado aos municípios para ser usado na elaboração e execução dos planos de Resíduos Sólidos”, enfatizou o dirigente da CNM.
União dos prefeitos
Prefeito de Entre-Ijuis, José Paulo Meneghini evidenciou que “os municípios não têm apoio técnico e financeiro, e a promotoria está sempre pressionando os prefeitos na questão dos resíduos sólidos. Por isso, é fundamental a região permanecer unida nesta reivindicação por mais tempo para adequação”. Também o prefeito de São Pedro de Butiá, Henrique Herbele compartilha da mesma opinião e destaca: “o problema do lixo é bastante sério, especialmente nos pequenos municípios. Temos que somar esforços e fazer o possível para estarmos presentes na próxima mobilização da Confederação em Brasília”, ressaltou Henrique Herbele.
Por Karin Schmidt
Fonte: CNM
site AMM

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

III SEMANA ACADÊMICA DE LETRAS DA UFFS.

III Semana Acadêmica de Letras do Campus Cerro Largo aborda a formação continuada

A III Semana Acadêmica de Letras da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) – Campus Cerro Largo está com as inscrições abertas. O evento, que inicia na próxima terça-feira (18), tem como tema a Prática Docente e Formação Continuada e conta com palestras, oficinas, minicursos e momentos culturais. A terceira edição do evento busca conscientizar o docente e estudante da importância da formação continuada como facilitadora na aproximação entre a teoria e prática pedagógica, na medida em que permite o acompanhamento dos avanços dos conhecimentos, tecnologias e das novas exigências do meio social e político.
Segundo a coordenadora do evento, Geni Moura da Costa, a escolha do tema baseou-se no fato de que sempre haverá alteração nas exigências que recaem sobre o educador. “Ele precisa estar atualizado e bem informado, não apenas em relação aos fatos e acontecimentos do mundo, mas principalmente em relação aos conhecimentos curriculares e pedagógicos e às novas tendências educacionais. A formação continuada passa a ser um dos elementos básicos para a transformação do professor, pois proporciona estudo, pesquisa, reflexão e contato constante com novas concepções”, explica a professora.
As atividades são direcionadas aos alunos e professores de Instituições de Ensino Superior (IFES), professores da rede municipal, estadual, federal e particular e membros da comunidade regional interessados em participar. A professora Geni ressalta que “o envolvimento de todos aqueles que fazem parte da escola é imprescindível, pois a escola se faz da interação entre alunos, professores, equipe pedagógica, pais e colaboradores”, afirma.
Durante o evento serão sorteados livros sobre o ensino de língua espanhola aos participantes. Os livros, segundo a professora, são doações do Conselho de Educação da Embaixada da Espanha no Brasil, que está apoiando a Semana Acadêmica de Letras.

Veja abaixo a programação:
Terça-feira (18/11)
Exposição: “Histórias Contidas e não Contadas” – a Vida pela Fotografia. Um trabalho da Professora Ana Beatriz Ferreira Dias (UFFS) juntamente com a 10ª Fase do Curso de Letras (UFFS);
19h30min: Atividade Cultural no auditório da Unidade Seminário da UFFS – Campus Cerro Largo;
20h: Palestra “Formação Continuada: Uma Construção Possível, ministrada pela professora Dinalva Agissé Alves de Souza (URI – Campus de Santo Ângelo), no auditório da Unidade Seminário da UFFS – Campus Cerro Largo.
Quarta-feira (19/11)
Com início às 14h:
Oficina 01: Conexões Musicais: Novos Rumos, com a professora Maria da Graça Nascimento e Silva e Sandra Mariani Batista (Escola da URI) – 25 vagas;
Oficina 02: A Oficina Somos Nós: O Desenvolvimento do Homo-Ludens no Ensino de Espanhol Língua Estrangeira (ELE), com a professora Marise Schadeck (IESA/Escola da URI) – 25 vagas;
Oficina 03: Práticas de Leitura e Produção textual, com a professora Daniele Schmatz (UFFS) – 25 vagas.
Com início às 19h30:
Oficina 04: O Ensino de Libras no Ensino Superior, com a professora Cleusa Inês Ziesmann (UFFS) – 25 vagas;
Oficina 05: Linguagem e Marketing: a Arte da Guerra, com as professoras Ana Beatriz Ferreira Dias e Dionéia Dalcin (UFFS) – 25 vagas;
Oficina 06: Literaturas Africanas, com o professor Demétrio Alves Paz (UFFS) – 25 vagas;
Oficina 07: La influencia de la literatura gaucha en la literatura gaúcha, com a professora Neiva Maria Graziadei Fernandes (UFFS) – 25 vagas.
Quinta-feira (20/11)
Com início às 14h:
Minicurso 01: O Cinema como Recurso Pedagógico, com a professora Serli Bolter (UFFS) – 25 vagas;
Oficina 08: Dicção e Oratória, com a estudante da UFFS Aline Sommerfeldt da Silva – 25 vagas.
Com início às 19h30:
Oficina 9: Construção de Materiais Didáticos para Prática Inclusiva de Cegos e Surdos, com a professora Cleusa Inês Ziesmann (UFFS) – 25 vagas;
Oficina 10: Pintando Cenas – O Uso de Telas Cinematográficas como Mote para Escrita de Textos, com a professora Cleuza Pelá (UFFS) – 25 vagas;
Oficina 11: Projetos de aprendizagem, com a professora Neusete Machado Rigo (UFFS) – 25 vagas.
Sexta-feira (21/11)
Com início às 14h:
Oficina 12: Reflexões sobre o Fim…Contatos imediatos com a Poesia, com as professoras Bárbara Panciera, Luiza Grass e Olga Robalo (UFFS/Curso de Especialização em Linguagem e Ensino) – 25 vagas.
Oficina 13: O Uso das Tecnologias em Sala de Aula, com a professora Giceli Isabel Cerri (UFSM) – 25 vagas.
20h – Palestra de Encerramento: Somos Filhos/as do Nosso Tempo! A (Auto) Formação Docente Baseada em Modelos Biográficos, com a professora Sandra Vidal Nogueira (UFFS), no auditório da Unidade Seminário da UFFS. 
 

sábado, 8 de novembro de 2014

ELEIÇÃO PARA O CONSELHO TUTELAR.

Extrato de Edital de Eleição para o Conselho Tutelar

O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, no uso de suas atribuições legais, com base na Lei nº 8.069/90, Lei nº 12.696/12 e Lei Municipal n° 1.482/97, torna público, para o conhecimento dos interessados, a realizaçãode eleições para membros suplentes do Conselho Tutelar, conforme segue:

Período de Inscrição: 05/11/2014 a 21/11/2014
Local: Secretaria Municipal de Educação, localizada na Prefeitura Municipal à Rua Cel Jorge Frantz, 675;
Horário de Inscrição: 08h às 11h30 e das 13h30 às 16h40;
Remuneração mensal: R$ 870,86;
Horário de expediente:na forma da Lei Municipal nº 1482/97;
Vagas: 5 (cinco) vagas para suplente de conselheiro tutelar;
Validade do mandato: até 9 de janeiro de 2016;

O edital completo está disponível no Mural da Prefeitura Municipal de Cerro Largo e no site do Município (http://cerrolargo.rs.gov.br/).

Cerro Largo, RS, 30 de outubro de 2014.

Marta Schoffen
Presidente Interina
Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente

sexta-feira, 7 de novembro de 2014

CAMPANHA ORGULHO DE SER MISSIONEIRO.

Apresentação da campanha 'Orgulho de ser Missioneiro' será no Festival de Turismo em Gramado
03 de Novembro de 2014
Prefeitos, secretários de Turismo, autoridades estaduais e federais, além de representantes do trade turístico de diversos estados e países, devem participar da cerimônia de lançamento
O turismo das Missões terá destaque especial no 26º Festival de Turismo de Gramado (Festuris). Durante o evento será lançada oficialmente a campanha 'Orgulho de ser Missioneiro', dia 7 de novembro, às 19 horas, no stand da Setur/RS, no Centro de Eventos Serra Park. A proposta do Detur/Funmissões visa a criação de uma marca publicitária para ser utilizada nos produtos turísticos desenvolvidos na região. Uma submarca com o slogam 'Eu amo as Missões', que será direcionada ao público jovem, também faz parte da iniciativa."Os destinos turísticos missioneiros já têm expressivo reconhecimento com o Rota Missões. O trabalho da equipe do Departamento de Turismo é incrementar e impulsionar, ainda mais, as potencialidades da nossa região com a marca, que estará identificada nos produtos comercializados, inclusive para outros estados e países", explicou a diretora do Detur e prefeita de Sete de Setembro, Rosane Grabia, lembrando que a Funmissões vai custear o transporte dos prefeitos e responsáveis pelo setor nos municípios da AMM, como uma forma de conhecer o funcionamento deste tipo de feira.
Resgate da cultura indígena
A região das Missões estará representada durante todos os dias no festival no stand da Secretaria Estadual de Turismo. Além da cerimônia de lançamento da campanha 'Orgulho de ser Missioneiro', folders, lembrancinhas e participação de benzedeiras, outros atrativos estão sendo preparados para divulgar o turismo e a cultura dos 26 municípios que fazem parte da Associação dos Municípios das Missões (AMM). Secretária Executiva do Departamento de Turismo da Funmissões, Izábel Cristina Ribas destacou que alguns jovens da região estarão no espaço disponibilizado pela Setur vestidos com roupas típicas, que remetem à indumentária e os costumes da época dos índios guaranis. “Os visitantes terão a oportunidade de conhecer um pouco sobre a cultura missioneira, e com certeza serão muito bem recebidos por toda equipe da região das Missões”, afirmou Izábel, que também é secretária de Turismo de São Miguel.
Mobilização dos missioneiros
Vice-diretor do Detur, Hilário Casarin enfatizou a importância da presença dos prefeitos, secretários municipais e outros envolvidos no setor de turismo da região. "O lançamento da campanha 'Orgulho de ser Missioneiro' é um momento importante para todos nós, que tanto lutamos para fortalecer o turismo regional integrado. Esta será mais uma conquista que se deve a união de forças dos missioneiros, por isso, precisamos estar presentes na solenidade, na próxima sexta-feira, dia 7 de novembro, às 19 horas", reforçou Casarin, que é prefeito de São Miguel das Missões.
Na cerimônia de lançamento são esperadas diversas autoridades federais e estaduais, como representantes da Famurs, CNM, governo do Estado, e, especialmente prefeitos, secretários municipais, imprensa, empresários, operadores de viagens, turismólogos e outros integrantes da região das Missões. A programação do 26º Festuris, que acontece no período de 6 a 9 de novembro, no Palácio dos Festivais, em Gramado/RS, inclui um congresso que objetiva expor os temas e tendências mais pertinentes do mercado do turismo, bem como proporcionar um espaço para capacitação e aperfeiçoamento dos profissionais do trade turístico.

Por Karin Schmidt
Fonte: Assessoria de imprensa
SITE:AMM

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

UFFS CERRO LARGO PROMOVE SEMINÁRIO....

Campus Cerro Largo promove Seminário sobre Práticas Inclusivas

Na próxima segunda-feira (10) acontece o “I Seminário de Práticas Inclusivas na UFFS”, promovido pelo Núcleo de Apoio Pedagógico (NAP) e Setor de Acessibilidade (SA) do Campus Cerro Largo.
A atividade terá como tema a “Educação Inclusiva e a Formação de Profissionais Docentes e Técnicos”, trabalhado por meio de mesas-redondas, roda de conversas/relatos de experiência, vivências e evento cultural, aberta à comunidade acadêmica. Segundo a coordenadora do NAP, professora Cleusa Ziesmann, dialogar a partir das diferenças que compõem a escola vem se constituindo em uma prática nos componentes curriculares dos cursos de licenciatura na Universidade Federal da Fronteira Sul – Campus Cerro Largo. “Por isso, convidamos pessoas que mostram que o espaço e tempo acadêmico permitem afirmar e reafirmar a necessidade de reorganizar a Formação Inicial dos Professores, atendendo às necessidades da Educação Básica”, destaca Cleusa.
As inscrições, gratuitas, podem ser feitas pelo e-mail: formanovoa@hotmail.com ou no local do evento. Haverá certificação para participação em período integral.
O evento será realizado no auditório da Unidade Seminário, das 13h30 às 22h.
Mais informações com Ronaldo Cesar Darós, fone: 3359 3950 e Cleusa Inês Ziesmann, fone: 8422 1539.
WWW.UFFS.EDU.BR

quarta-feira, 5 de novembro de 2014

UFFS CONQUISTA PRÊMIO GUIA DO ESTUDANTE.

O anúncio foi feito nesta quarta-feira (5) em São Paulo. A Universidade Federal 

da Fronteira Sul concorreu na categoria Inclusão com o projeto “Política de 

Ingresso na Graduação”, o qual garante que 90% dos alunos da Instituição

 sejam oriundos de escolas públicas. A organização do prêmio recebeu 2.466

 inscrições de 1.067 instituições de ensino superior de todo o país.

A premiação faz parte dos Prêmios Santander Universidades e tem como 
objetivo reconhecer as instituições de ensino superior que mais se destacaram 
no período de julho de 2013 a junho de 2014. A UFFS foi representada no 
anúncio das instituições vencedoras em cada categoria pelo reitor, Jaime Giolo,
 e pelo pró-reitor de Graduação, João Alfredo Braida.
Para João Alfredo Braida, o prêmio tem um significado importante para a UFFS,
 “pois representa um reconhecimento nacional da política de ingresso implementada
 desde o início de funcionamento da Instituição. As possibilidades de inclusão estão
 na origem da UFFS, tanto que possui 90% dos estudantes oriundos de escolas públicas. 
A UFFS foi concebida para que os filhos e os netos dos trabalhadores possam 
frequentar uma universidade”, entende Braida.
Também entusiasmado com o reconhecimento da política de ingresso dos estudantes 
na UFFS, Jaime Giolo afirma que a importância da premiação também está na
reafirmação das práticas ligadas à ideia de uma maior democracia nas relações sociais.
“Com certeza o prêmio vai dar mais visibilidade à UFFS no plano nacional, tanto 
que algumas instituições já me procuraram para conhecer mais o nosso modelo”, afirma Giolo.
O projeto de inclusão da UFFS
Em 2013, a UFFS iniciou um novo modelo de reserva de vagas para ingresso
 nos cursos de graduação. A Política de Ingresso na Graduação atende a estudantes 
classificados através de sua situação econômica (renda familiar), através de sua 
etnia – negra, indígena, parda, branca – e, principalmente, classifica os alunos 
pela sua trajetória escolar: ensino público, privado ou parcialmente público,
 por categoria administrativa.
Com a nova Política, a UFFS traçou uma linha de equidade entre o percentual 
de alunos matriculados no ensino médio das escolas públicas dos três estados do
 Sul do Brasil e as vagas de graduação ofertadas pela Instituição. No Rio Grande do Sul, 
o último censo indicou que 90% dos estudantes do Ensino Médio estão em escolas
 públicas, dessa forma, nos campi da UFFS naquele estado, 90% das vagas são 
reservadas a esse perfil estudantil. O mesmo acontece nos estados do Paraná e 
em Santa Catarina, onde 88% e 85% das vagas, respectivamente, constituem a 
cota escola pública. Ainda inovando, a UFFS inclui uma cota para estudantes que 
cursaram parcialmente o Ensino Médio em escolas públicas. O novo modelo favorece
 a qualidade do ensino, sob todos os aspectos, pois descentraliza preocupações e o
 comprometimento com a melhoria da educação e da escola.
O compromisso da UFFS com a escola pública existe desde a fundação da Instituição, 
em 2010. Já nos primeiros processos de seleção, os alunos dessas escolas eram favorecidos 
por meio do “fator escola pública”, com índice de 10%, 20% ou 30% aplicado à nota do
 ENEM, contemplando cada ano do Ensino Médio cursado nessa rede escolar. A sanção 
da Lei nº 12.711, de 29 de agosto de 2012 (Lei da Reserva de Vagas) oportunizou à UFFS
 reformular e aperfeiçoar o seu modelo de ingresso, incorporando integralmente 
os dispositivos legais e complementando-os. A nova Política de Ingresso na Graduação
 da UFFS faz justiça à trajetória escolar dos candidatos, ao perfil econômico das famílias
 e à caracterização étnica da população.
A nova Política aponta para dados extremamente relevantes no que diz respeito à 
inclusão dos alunos de escola pública no Sistema Federal de Ensino Superior: 
somente no último processo seletivo da UFFS, 90% dos alunos ingressantes são 
oriundos do ensino público. A nova Política possibilitou que os filhos de famílias
 social e economicamente desassistidas pudessem iniciar o processo de transformação
 da sua própria realidade ao acessar o ensino superior de forma gratuita e com assistência.

www.uffs.edu.br